Quem acredita no governo atual?

sarney

 

A coisa está tão feia, mas tão feia na política brasileira, que enraivece até os corruptos anônimos e o crime organizado. Explico: Os bancos estão sugando os clientes que lá estão dando lucros há pelo menos umas quatro décadas. Ai, fulos da vida, os bandidos explodem caixas eletrônicos e perguntam: “Cadê o dinheiro que estava aqui?”

A maioria dos clientes das classes C, D e as demais que vão até Z, que são os pequenos consumidores e poupadores, estão inadimplentes, recebendo cobranças pelos celulares a toda ora. Os aposentados, pessoas que trabalharam para fazer este Brasil gigantesco, estão prontos para irem às praças públicas ou às portas das igrejas pedirem esmolas…  

Ora bolas, é só pedir licença ao juiz Federal Sergio Moro e interrogar os presos do governo petistas, os doleiros e os donos das maiores empreiteiras do país, onde está o dinheiro que estava no Brasil? Pronto! Tá morta a cobra! Ou, pelo menos a charada! Se eles irão contar, é outra história…

Agora se a Justiça vai conseguir rastrear e resgatar todos os bilhões furtados da Petrobras e de outros escândalos que pululam diariamente na mídia, é outra coisa. Cada coisa é uma coisa, disse minha espevitada Santa Tambura lá dos confins da minha ainda pirateada Amazônia.

O sábio seringalísta Sissi me falou a pouco, lá do seu seringal no interior de Rondônia, via sinal der fumaça, para que eu retomasse o assunto de 25 anos passados, quando falei sobre o artigo que escrevi no extinto jornal “O Guaporé” de Porto Velho, que foi um dos mais importantes de lá.

E, Sissi me lembrou até a data, 25.8.90, quando o título foi: “Onde Estão os Homens do Brasil?” Pois é, até hoje estamos procurando eles. Sissi se referia ao descalabro que foi o Governo Sarney, que bateu recorde mundial de inflação e, ele ao tomar posse disse uma frase que os brasileiros daquela época não esquecem: “Vamos matar a pobreza do Brasil”. Matou sim, de fome!

Pois é, o Governo Sarney foi tão ruim, tão ruim como a da atual presidente que, realmente matou metade dos pobres e deixou a outra metade para seu sucessor, o lunático Fernando Collor de Mello, hoje senador da República e investigado por corrupção na Operação Lava Jato. Ai o filósofo Zé Praxedes voltou a repetir sua frase preferida: Continua Tudo Como Dantes no Quartel de Abrantes… Tem razão meu caro.

Hoje, os petistas que estão Poder não sabem o que fazer, sobrou para o pobre tecnocrata que colocaram como salvador da pátria no Ministério da Fazenda, senhor Joaquim Levy. Ele está tão atabalhoado com a situação financeira e política em que se meteu ao aceitar o cargo de ministro da Fazenda para agradar a presidente Dilma, que está com cara de Zumbi.

E o ministro não sabe mais o que fazer para agradar aos políticos do Congresso Nacional, os aliados e os companheiros do PT. Já gastou dez solas dos seus sapatos indo e voltando do Palácio do Planalto ao Congresso Nacional e, vice-versa.

Estava num avião para ir à Europa se encontrar com os representantes das 20 nações mais ricas do planeta, entre elas o Brasil e os demais países emergentes. Foi lhe dado ordem para não ir. Ficou com cara de tacho! Depois, a presidente Dilma ordenou que ele pegasse um avião de carreira na madrugada e fosse representar o Brasil no encontro dos G 20. É ou não para deixar um homem com cara de bobo?

E o pior continua acontecendo, o dólar aumentando, os alugueis idem, o desemprego, a falência industrial, os juros altos, a recessão maior a cada minuto, o túnel não tem uma lampadinha pra colocar no seu final.

As classes menos favorecidas não se alimentam adequadamente, a segurança diminui, o Crime Organizado se organiza mais, a educação não existe, a tal de Pátria Educadora é uma utopia, só existe na mente da presidente, a Educação está em greve no Brasil inteiro e poucos alunos completarão o ano letivo.

E como se não bastasse o Fundo Monetário Internacional – FMI – que não se manifestava há anos, agora disse que a política econômica do Brasil, nunca esteve tão mal. O que será que o FMI quis dizer? O futuro dirá! Se preparem os brasileiros, muita água podre vai rolar sob a ponte. Quem acredita no Governo atual? Que atire a primeira pedra. Em quem? Não sei, adivinhem… Vou! Fui! Inté!

Vismar Kfouri – jornalista, escritor e ambientalista. kfouriamazonia39@gmail.com Blog: https:\\kfouriamazonia.wordpress.com – Contatos P\palestrasd: 17-99186-7015

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s