Brasil:falta serviço de inteligência

O desastre de Mariana e a corrupção na Petrobras poderiam ser evitados se no Brasil tivéssemos um serviço de inteligência bem preparado. Toda nação rica e de dimensões continentais deve ter um Serviço Secreto à altura para ajudar na defesa de seu território e também monitorar os problemas domésticos e ajudar a evitar catástrofes. Isso até minha Santa Tambura lá dos cafundós da nossa pirateada Amazônia em suas fronteiras sabe.

Todavia, depois do governo militar, os partidos de esquerda que governaram ou desgovernaram esta Terra Brasilis, pouca importância deram para a Segurança Nacional, deixaram sucatear nossas forças armadas e extinguiram o Serviço Nacional de Informações, o SNI – que poderia ser moldado futuramente para servir aos tempos modernos.

Em 1999 ele foi extinto e, criaram a Agência Brasileira de Informações – ABIM – mas nenhum governo de esquerda ou de qualquer outra ideologia aplica nela os recursos humanos e técnicos capaz de fortalecê-la e torná-la eficiente ao ponto de levantar tudo que for preciso em tempo para manter a segurança interna e a paz social da federação. Isso é uma ignomínia!

Toda grande nação necessita ter um bom Serviço Secreto, não para torturar e manter políticos contrários ao regime em porões, mas para levantar fatos que possam gerar incômodo mesmo na administração do país, entre eles, catástrofes anunciadas como a de Mariana ou o terrorismo praticado recentemente por extremistas islâmicos em Paris.

Em que pese o SNI ter servido ao regime militar e ter sido usado para repreender e torturar, ele poderia ter sido modificado devido a estrutura nacional e internacional que detinha na ocasião. Bastava, disse o sábio seringalista Sissi, lá dos peraus da Amazônia, separar o joio do trigo. Na sua época, o SNI tinha nas grandes autarquias e órgãos federais as famosas ASI, nada mais que agências de serviço de inteligência que evitava descaminhos e faziam os trabalhos fluírem bem, ao contrário de hoje no serviço público onde os funcionários ganham bem e acham que os contribuintes é que devem ser subservientes a eles. E ainda são indolentes em sua maioria.

Além do mais o SNI trabalhava nas fronteiras inteiras do país levantando dados e apontando saídas de contrabando e, isso obrigava as forças armadas a atuarem e evitar o contrabando de minérios pesados como ouro, diamantes, café, madeira, estanho, e produtos da flora e da fauna. Hoje, as fronteiras estão escancaradas e por elas entram armas e drogas para abastecer o crime organizado e o governo está mais perdido que cachorro que caiu do caminhão da mudança.

E, para piorar, a ABIM necessita de maiores recursos financeiros,  técnicos e humanos para se adequar as premissas que o momento nacional e mundial obrigam as grandes nações a se protegerem. Oxalá o governo federal se lembre com maior carinho desse importante órgão, pois país que se presa deve ter um bom Serviço de Inteligência.

Além do mais, nossa valente Polícia Federal necessita dobrar seu efetivo se quiser continuar sendo responsável pelos nossos portos, aeroportos e fronteiras. O mesmo deve fazer as polícias civil e militar dos estados, além de serem melhores remuneradas para não se submeterem à corrupção que o crime organizado as tentam.

No entanto, lembrou o filósofo Zé Praxedes lá das entranhas das selvas amazônicas, que caldo de galinha e pirão de peixe não fazem mal a ninguém e, se os estados e a federação puderem dobrar os salários dos mestres da educação de base, o futuro Brasil vai agradecer muito, pois é com boa forja que se faz o bom aço. Vou! Fui! Inté!

Vismar Kfouri – Jornalista, escritor, ambientalista.< kfouriamazonia39@gmail.com. Blog: https:\\kfouriamazoniawordpress.com – Contatos P\palestras: 17-99186-7015.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s