Tecnologia para salvar a Amazônia

 

Se a presidente Dilma diz que somente em 2030 teremos desmate zero na Amazônia, e com o que grileiros, pecuaristas, graneleiros e políticos coadjuvados por servidores corruptos, na proporção em que ela é desmatada na atualidade no Sul do Amazonas, Roraima e Pará, onde impera as notas fiscais falsas de planos de manejos também frios ou de outras localidades onde já tiraram  o quinhão deste documento, não haverá necessidade de gerar um decreto-lei proibindo o desmate zero como querem todos os ambientalistas e povos do mundo inteiro. Simplesmente porque não haverá mais nada para ser desmatado.

A solução seria usar os satélites que estão sobre a Amazônia, mas não como estão operando desde São José dos Campos, pois eles monitoram o desmate depois dele ter acontecido. Ai a vaca já foi pro brejo e os piratas já distribuiram a madeira ilegal nas madeireiras do país inteiro.

O certo seria criar vários pelotões do exército a uma certa distancia um do outro em toda a fronteira amazônica por onde flui nossas riquezas pirateadas e, por onde entram drogas e armas que vão abastecer as grandes cidades brasileiras.

Se os governos civis que assumiram depois do governo militar não tivessem acabado com nossa indústria bélica, hoje teríamos drones e aviões jatos, mesmo os AMX, todavia mais modernizados,fazendo a vigilância dos céus amazônicos e impedindo que por lá saia cassiterita pirateada para a Venezuela e para o Suriname, que também compra nosso ouro, diamantes, pedras semi-preciosas, e há informações de garimpeiros que até urânio e nióbio vão para a ex-colônia holandesa que manda tudo para países do Leste Europeu, que pousam em quatro pistas clandestinas no interior desta republiqueta que tem por capital Paramaribo. Isso é uma ignominia. Vou! Fui! Inté!

Anúncios

2 comentários sobre “Tecnologia para salvar a Amazônia

  1. Para acabar com o desmatamento na região amazônica precisa, principalmente de ação política. Como o Brasil está desprovido de bons governantes, o destino daquele paraíso não é nada promissor. O governo do PT, por exemplo, há 13 anos no poder, não moveu uma palha para amenizar a degradação da Calha Norte. É o tal negócio: onde a esquerda pisa grama não nasce. João da Silva – São Paulo, Capital.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s