2016 começou como terminou 2015, no bico do urubu!

Se alguém pensou diferente, se enganou meu bem, nada vai ser diferente. Não é plagio musical não meus caros leitores. Diz minha Santa Tambura, que todo o povo tupiniquim quer esquecer o ano recém passado, é claro que sim, respondeu o filósofo Zé Praxedes, lá dos peraus da pirateada Amazônia.

Todavia, porém, contudo, estamos vendo nos primeiros dias do ano que se inicia, que tudo continua como o Dante no Quartel de Abrantes. Nada mudou. O governo já iniciou o ano mentindo e enganando o brasileiro que não suporta mais pagar impostos e vai continuar sendo ludibriado.

O velho guerreiro e seringalista lá do interior de Rondônia, Sissi, disse que o governo petista que tem na presidência a senhora Dilma Rousseff (foto acima), tá mais dividido que jogo de amarelinha. Nem dentro deste partido radical de esquerda, há mais consenso, rachou como o torrão nordestino com estes quatro anos de seca. Mas, os irmãos nordestinos e o povo brasileiro não merecem este duro castigo não, mas, enfim, fazer o quê, né? Quem pode manda, quem não pode, se sacode, tira a poeira da roupa, disfarça, dá um sorrisinho amarelo e faz de conta que ninguém viu o tombo e vai em frente.  

Entretanto, em se tratando de política governamental e econômica, onde o Brasil, na América do Sul, só não está pior que a Venezuela, ter que suportar no primeiro dia útil do ano notícias oficiais de aumento de energia elétrica e combustível, é de doer, não é mesmo?

Quando a esperança aflorava nos corações dos brasucas,  ele é pego de surpresa com aumento destes e mais ônibus e metrô, como este (des)governo pretende diminuir a inflação? Com mentiras? Aí é que mora o perigo, até os mansos têm limites para a mansidão, já dizia o filósofo Confúncio, antes que mundo fosse mundo. É bom que o PT lembre que cautela e caldo de galinha não faz mal a ninguém, nem a eles!

Que esperança podemos ter de mudanças na economia e na política nacional, no momento? Na verdade, no momento vivemos um período de recesso em tudo no Brasil. Está faltando vento até para tocar as caravelas de Cabral, tomara que ele não chegue a São Salvador.

Nem Congresso, nem Planalto e Judiciário estão em atividade. Todo mundo em recesso de fim de ano e, o único que quebra a cabeça é o novo ministro da Fazenda, que não agrada nem a Gregos e nem a Troianos. Gente do próprio PT já pensa em puxar o tapete do sucessor do senhor Joaquim Levy que, deve estar agora numa boa e descansando com a família.

O recesso nacional termina em fevereiro, que beleza! Todos os acusados, na Operação Lava Jato e pelo Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, estão se deliciando com o descanso jurídico em suas mansões, mesmo com tornozeleiras eletrônicas na perna. Quem está ralando é só o Zé Povinho que não tem como por combustível no carro, pagar a conta da energia elétrica, comprar comida para a família, porque o chefe dela está desempregado e blábláblá… Isto é uma ignomínia!

Este é o país cujos mandatários você caro leitor, que também é eleitor, escolheu, agora aguenta coração! Depois do recesso vem o Carnaval e ninguém vai ser cassado e tampouco sofrer impeachment, afinal este é o país mágico do faz de conta!

Vem ai as eliminatórias do mundial, das olimpíadas, depois, bem, depois é depois, né, não? Brasileiro sofre… até parece que gosta! Vou! Fui! Inté!

Vismar Kfouri – Jornalista, escritor e ambientalista kfouriamazonia39@gmail.com Blog: https:\\kfouriamazonia.wordpress.com – Contatos P\Palestras: 17-99186=7015

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s