Dilma e Lula, novos hóspedes da Lava Jato?

Pelo andar da carruagem e da Operação Lava Jato, o juiz Sérgio Moro terá que ter muita tinta na caneta para proferir as sentenças que se aproximam. Assim disse a Santa Tambura lá do interior da Amazônia, onde ajuda a combater os piratas que roubam as madeiras de lei usando notas frias e planos de manejos de áreas distantes de onde extraíram as que foram apreendidas recentemente pelo IBAMA, no interior do Pará.

Mas voltando a Operação Lava Jato, com as recentes acariações dos delatores privilegiados, agora até com Marcos Valério e outros envolvidos no Petrolão, Mensalão e Petrobras, segundo o sábio Sissi, seringalista lá do interior rondoniense, pode estar chegando a hora do ex-presidente Lula e de sua afilhada e sucessora Dilma Rousseff darem com os costados na cadeia da Polícia Federal, lá em Curitiba.

Disse por sua vez o filósofo também lá dos cafundós amazônicos, Zé Praxedes, que não é possível o crime ser praticado dentro de sua própria casa, pelos seus filhos, protegidos e homens e mulheres de sua confiança e somente você ficar impune. Por quê?

Bem, falou o Nézin Manguaça, deitado em sua puída e velha rede preguiçosa, depois de tomar uns goles de cauim e estar mais grogue que peru em véspera de Natal, que no Brasil os políticos podem tudo, inclusive surrupiar o dinheiro com que o operariado paga os impostos, mesmo que sejam demitidos e suas empresas fechadas por causa do desgoverno existente na atualidade em solo tupiniquim. O macaco tá certo!

Outrossim, no momento a Operação Lava Jato está muito próximo do ex-presidente Lula e de sua aliada e sucessora Dilma Rousseff. Quem tem acompanhado a mídia nacional sabe que as acareações feitas com os presos, que têm delação premiada, não estão escondendo nada.

Segundo cientistas políticos, analistas dos grandes jornais e redes televisivas, acreditam que essa hipótese é bem provável que aconteça até mesmo antes do fim do recesso parlamentar e jurídico que vivemos por conta da passagem de ano.

Todavia, o povo brasileiro sabe que em tempo de recesso de fim de ano, o Brasil para, nada acontece de novo como Dantes no Quartel de Abrantes. É hora de juntar dinheiro para o futebol que está reiniciando e o Carnaval que promete ferver. Mesmo quem perdeu o emprego e seu patrão faliu, já junta seus troquinhos para ferver nas festas do Rei Momo ou assistir aos jogos do Curintia ou do Mengão.

Especialistas políticos dizem que até o ex-ministro Palocci vai entrar novamente na mídia e na Operação Lava Jato e, que Lula e Dilma, Bumlay, Collor, Renam Calheiros, Eduardo Cunha, Delcídio do Amaral, e muitos outros políticos estão com seus mandatos e dias contados.

Tomara, para uma nação que paga o combustível e a energia elétrica mais caras do mundo, tem a segunda maior inflação na América do Sul, aumento de passagens de ônibus e de metrô, além da conta no segundo dia do ano, que teve a maior taxa de desemprego em 11 meses, o maior índice de falências e seu dinheiro desvalorizado cerca de 50% em relação ao dólar em poucos meses, a cesta básica inflacionada e tirando o alimento da mesa do Zé Povinho, o comércio varejista fechando suas portas, o quê fazer? Só indo ferver como puder no Carnaval e assistir o futebol pela TV aberta, quem ainda tiver o aparelho. A ida de Lula e Dilma para Curitiba seria um alívio para os brasileiros honestos, ou não? Vou! Fui! Inté!

Vismar Kfouri – Jornalista, escritor e ambientalista. < kfouriaamazonia39@gmail.com>Blog: https:\\kfouriamazonia.worpress.com – Contatos P\Palestras: 17 – 9986-7015.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s