Deu amnésia nos políticos brasileiros

 Nem eu, nem o seringalista Sissi lá do interior de Rondônia e o filósofo também lá daquelas bandas verdes e gotejantes da linda e pirateada Amazônia, viram tanta gente cara de pau quanto no meio político nacional.

Somente para demonstrar aos meus parcos leitores aqui do Sul e os lá do Norte, vamos simular um interrogatório feito por um pseudo juiz de renome que está à frente de uma operação anticorrupção no Brasil. O nome fictício do representante do Judiciário é Doutor Ferrão e o mesmo é incorruptível e faz a Lei ser aplicada com todo seu rigor, não importa ou se doe a quem doer e, pasmem amigos, isto aqui no Brasil!

Até minha Santa Tambura e o pajé Miratinga,  lá da tribo dos Uru Eu Uau Uau, na Terra Djaru Uaru, em Rondônia, ficaram perplexos, mas apoiaram em gênero, número e grau o trabalho do juiz corajoso que recebe ameaças diariamente dos mafiosos que estão caindo em sua rede. Vamos aos interrogatórios…

— Senhor Lula da Silva (foto acima) o senhor não viu nada de desvios quando Zé Dirceu era seu ministro? E o senhor também não sabe de quem é o tríplex de Guarujá e nem o sítio de Atibaia? Seus filhos se tornaram pródigos do dia pra noite, isso não foi uma coincidência durante seu mandato?

— Senhor Zé Dirceu aqueles projetos que sua empresa assessorou por muitos milhões de reais não se parecem com a que o filho do senhor Lula fez mais recentemente na empresa dele? Foi o senhor que o ensinou a trabalhar com o dinheiro desviado dos cofres do país?

— Senador Delcídio do Amaral o quê vossa excelência desejava fazer com a viagem secreta do Nestor Cerveró para o Paraguai? Apagar o arquivo?

— Senador Collor de Mello quer dizer que o senhor nunca recebeu propina do dinheiro desviado da Petrobras e aqueles carrões importados, o senhor ganhou em sorteios de fim de ano dos supermercados de onde sua empregada faz compras?

— Senhor João Vaccari Neto quer dizer que o senhor nunca desviou dinheiro da Petrobras, o que caia nos cofres do PT era saudação dos mega-empresários para o partido? Por que o senhor deu nome de pixuleco quando ia buscar o dinheiro da corrupção para o Partido dos Trabalhadores?

— Senhor Eduardo Cunha vossa excelência não sabe a quem pertence o dinheiro das contas suíças, podemos então pegá-lo e doar para a caridade?

— Senhor Renan Calheiros vai negar também que a filha com a jornalista de Brasília também não era de vossa excelência? Mas por que o senhor pagava pensão com dinheiro de empresa privada?

— Doutor Michel Temer quer dizer que se recebermos cinco milhões de dinheiro desviado da Petrobras e oficializá-lo no TSE como recurso para campanha do PT e do PMDB tudo vai ficar correto?

Arre Égua! O doutor Ferrão não é brincadeira não, exclamou o Nézin Manguaça exalando vapores etílicos para a ionosfera, pois já havia ingerido uma meia dúzia de garrafas de pinga de cauim feita na sua tribo lá pras bandas do baixo Madeira.

O doutor Ferrão ficou muito pai d’égua de raiva porque todos juraram inocência e que jamais pegaram um tostão sequer da nossa falida Petrobras! O mais enfático de todos foi o senhor Lula da Silva, que só sabia repetir “eu não sei de nada”. Quem é que sabe então?  Pergunte ao capeta… Vou! Fui! Inté!

Vismar Kfouri – Jornalista, escritor e ambientalista. <kfouriamazonia39@gmail.com _ Blog: https:\\kfouriamazonia.wordpress.com – Contatos P\Palestras: 17-99186-7015.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s