Navio Brasil afunda, ratazanas pulam n’água…

O que todos os brasileiros já sabiam aconteceu. Nada de surpresas, apenas o obvio ululante. O transatlântico Brasil já vinha fazendo água há 13 anos e, quando não deu mais para sua comandante segurá-lo no prumo e continuar navegando devido a turbulência econômica e política, seus marujos, que seguravam a peteca, fizeram o que sempre fazem as ratazanas quando o barco vai a pique: “pulem n’água turma que neste navio o casco tá furado, não serve mais como navio pirata.”

Inté cambada! E, tchbum! Todos do PMDB pularam no mar para escapar do tsunami que atingiu o maior navio da América Latina. O chefão desta turma que pulou fora do navio em desgraça, Michel Temer, se julga o rei da cocada preta. Mas segundo uma carta escrita do além pelo saudoso jornalista e crítico Stanislaw Ponte Preta, ele não tem e nunca terá nem cacoete do saudoso ex-líder desta turma, o deputado que também desapareceu no mar, mas porque seu helicóptero caiu e até hoje seu corpo não foi encontrado. Seu nome? Ah, é vero, ia esquecendo, era Ulisses Guimarães (foto acima), um dos maiores estadistas que o Brasil já viu além de outros que também foram melhores dos que os que conhecemos na atualidade.

O sábio seringalista do interior rondoniense, Sissi, comentou com o filósofo Zé Praxedes, também lá dos peraus da linda e desguarnecida Amazônia brasileira, que agora só falta tirar da porta dos dois galinheiros que resistiam, a Câmara e o Senado Federal, as duas raposas que tomam conta deles.

No entanto, até o Nézin Manguaçã deu seu pitaco, já que estava sóbrio e não havia ingerido nenhuma dose de cauim: “Aí a onça vai beber água ou ser pega pela sucuri, os dois são difíceis de pegar, parecem bagres ensaboados, só se a Santa Tambura e o pajé Miratinga, dos Uru Eu Uau Uau, fizerem uma pajelança da boa, caso contrário, este rolo que ôceis chamam de impeachment (o Sissi ensinou ele a escrever este palavrão), vai enrolar o incauto Zé Povinho.

Este ainda resiste pra não perder o Bolsa Família, Bolsa Escola, Minha Casa Minha Vida, Bolsa Gás, Bolsa Pum, Bolsa Energia, Bolsa Peruca, Bolsa Dentadura e outras mumunhas mais que eles não querem ficar sem, já que estão grudados no osso e, não desejam perder o caldo do Poder pra não morrerem de fome”. Arre égua! Vão trabalhar oxente!

Enquanto o Titanic afunda mais uma vez, o que sobrou do naufrágio, tenta se ajeitar como pode. Pega um marujo sem poder de definição daqui, tenta arregimentar outro dali, ameaçam consertar as fragatas avariadas (ministérios) oferecendo a outros piratas desnorteados, para terem número suficiente e conseguir poder de fogo para brigar com a oposição.

Esta agora pensa que ficou mais forte devido a debandada dos ratazanas peemedebistas que, deste l985, só sabe ficar grudada no osso de quem comanda o navio. Tem algum pirata de valor aí? Que se apresente! Todos estão tentando tapar o sol com a peneira. Ledo engano! A comandante e seu assessor, o pirata barbudão, pensam que vão se safar, mas cadê o dinheiro que tava aqui?

A ratazanada comeu junto com eles e seus piratas cupinchas. Uma hora o navio tinha que afundar! Tomara que o Judiciário resolva isto logo e salve o navio Brasil do mar tenebroso em que se encontra. Vou! Fui! Inté!

Vismar Kfouri – Jornalista, escritor e ambientalista. kfouriamazonia39@gmail.com. Blog: https:\\kfouriamazonia.wordpress.com – Contatos P\Palestras: 17-99186-7015.

 

Anúncios

Redes que sussurram…

O verde luxuriante da floresta,

Teus grandes rios…

Teus lagos e igarapés…

Teus pássaros multicoloridos…

Com teus cantos que encantam…

Meninas moças que suspiram no silêncio das redes…

Em noites de luar…

Por seus amores distantes…

Sonhos que procuram realizar…

Igual as fantasias que todas fazem quando amam…

A noite cai na floresta,

Apenas o clarão da lua e estrelas…

 E os pirilampos pra lumiar os caminhos…

Caminhos do amor não realizado…

Caminhos também dos amores realizados…

Areia branca nas margens de rios e igarapés…

Fogueiras que clareiam com ajuda da lua cheia…

Carimbo, sirimbo e lambada ecoam pela noite toda…

Pernas que se movem freneticamente,

Saias que esvoaçam ao sabor frenético do ritmo,

Areia que se levanta e roçam pernas e coxas ardentes…

Sorrisos matreiros nos lábios das caboclas…

Peitos arfantes nos jovens que amam e sofrem por elas…

Amores distantes, viagens de canoas cansantes.

Tudo vale a pena quando se ama…

As distâncias ficam curtas…

Os lábios se juntam em frenesi encontros clandestinos…

O boto perdeu o feitiço…

Disfarçadamente prende o chapéu branco…

Caminha em direção à água e desaparece misteriosamente…

Como apareceu, também desapareceu…

Mas ficou o sabor e a marca da enganação…

Uma rapariga chora a ausência do namorado misterioso…

A noite mágica está no fim…

Os corações arfantes diminuem o frenesi…

 O cansaço e o prazer venceram…

O rio continua correndo, corpos largados na areia branca e fina…

São testemunhas de muitos amores…

Muitos ribombares de corações se realizando…

A magia que faz o ser humano continuar existindo…

Amando na Amazônia, em outros lugares também…

As guerras são ali esquecidas…

A fome e a miséria não existem…

O amor é invencível, os corpos suados são testemunhas…

 As línguas e suores que se misturaram…

Jamais se desfazem ou se esquecem…

São como cobras que também amam e se enroscam em infinitos momentos de êxtase…

Assim é o amor na verde e luxuriante Amazônia…

Infinito quanto dura…

Mágica que não se acaba…

Assim como os amores que acontecem…

Em noites de redes que balançam e suspiram em silêncio…

Mas fazem os corações ribombares eternamente….

Tomara que os amores e a Amazônia…

Não se acabem jamais!

O Brasil virou navio pirata?

Eu não sei se meu leitor está sentindo a situação em que vivemos em nosso país como eu sinto, infelizmente. Sinto na verdade e, até minha querida Santa Tambura, lá das verdes florestas da Calha Norte, concordou comigo.

Aliás, meu velho amigo seringalista Sissi, homem sábio e culto do interior rondoniense, também concordou com a linha de meu raciocínio. E mais, disse que em gênero, número e grau. Arre égua, não disse o saudoso Nelson Rodrigues que toda unanimidade é burra? Então somos todos burros, porque pensamos unanimemente igual neste momento em que vivemos no Brasil?

Pois é, o filósofo lá dos confins da bela e saqueada Amazônia brasileira, não concordou conosco e, foi além, afirmando que discorda do falecido Nelson Rodrigues, pois ele sofismava muito quando tomava uns porres de uísque. Nem sei se isto é verdade, mas que, às vezes, concordo com pensadores modernos que dele discordam também. Discordo e concordo, conforme o momento e o tema, às vezes, concordo até com o Nézin Manguaça quando ele tá cheio de pinga de cauim ou não!

Agora, que o Brasil tá parecido com um navio pirata eu concordo e, acredito que até a maioria dos brasileiros também. Senão vejamos: O capitão do navio pirata, para manter os sicários (piratas) do seu lado, lhes promete tudo e dá o que pode e até mais do que saqueia para não perder o poder, não é assim que a história nos mostra?

Pois é assim no Governo Federal, a presidente Dilma Rousseff mente e dá o que o país não arrecada e distribui cargos e faz promessas financeiras impossíveis de serem cumpridas só pra se manter no poder.

O dinheiro que o Brasil tinha em seus cofres, teus sicários levaram tudo, somente sobrou milhões de marujos decentes desempregados e com mulheres e filhos passando privações de toda ordem e ainda ouvindo vãs promessas. Tuas panelas estão vazias como as fábricas que foram obrigadas a lacrarem as portas.

Sabem o que Ali Babá falou quando o convidaram para vir trabalhar no Brasil? “Não camaradas, no Brasil não dá pra mim,  lá tenho concorrentes muito desleais, tenho a chefona, teu amigo chegado, o barbudão, os sub-chefes que comandam o tal de Legislativo, maus servidores públicos nas chefias que surrupiariam até meus tesouros milenares e empresários que vendem até suas mães para ganharem concorrências e dividirem o butim entre eles.”

Ali Babá foi adiante: “Aqui eu confio nos meus comandados, no Brasil, tem uns negócios chamados de partidos políticos que fazem de conta que concorrem uns contra o outros depois da política, mas na hora de receber a ajuda dos chefões que querem continuar mandando, se juntam, pegam a grana, dividem, registram num tal de TSE e pronto, o tesouro deles está legalizado.!

 E aí? Pergunto eu indignado! E Ali Babá continua: “E aí que eles pegam os tesouros furtados do Zé Povinho e vão gastar em países mais evoluídos e o restante eles guardam em fortalezas denominadas de  paraísos fiscais. Enquanto eu roubo dos ricos e dou aos pobres, lá eles roubam de ricos e pobres e não dão nem esmola pra cego em porta de igreja. Brasil? Nem pensar, deixe o Lula, a Dilma, o FHC,  fulano, o sicrano, Collor, o Delcídio, o Aécio, o Alckmin e os mais de 200 que apareceram agora na lista nova da empresa Odebrecht, deixem tudo nas mãos do juiz federal Sergio Moro e do STF, que eles resolverão o que fazer. Eu, hein? Ir pro Brasil agora? Never! Jamé! Nihil est clarior!” O Brasil é ou não, igual um navio pirata? Vou! Fui! Inté!

Vismar Kfouri – Jornalista, escritor e ambientalista. kfouriamazonia39@gmail.com Blog: https:\\kfouriamazonia.wordpress.com – Contatos P\Palestras: 17-99186-7015.

Brasil não sabe a quem apelar para se salvar…

Com as últimas notícias veiculadas em todos os canais televisivos e outros da mídia eletrônica nos últimos dias nem a sabichona da Santa Tambura sabe  dizer quem vai salvar o Brasil do caos que os governos de Lula e Dilma o colocou. O Brasil virou piada internacional e até chacota de los hermanos; estamos sofrendo devido o descalabro circense que o PT nos transformou.

É que o presidente Barack Obama (foto acima) em visita a Argentina foi a uma festa folclórica e dançou um tango com uma dançarina profissional. E como ele havia falado com seu colega Macri, sobre a crise no Brasil, um gaiato da orquestra salientou a um músico brasileiro, que aquela dança em que os dois presidentes estavam evoluindo na pista e fazendo charme aos holofotes internacionais, era para homenagear o povo brasileiro que só sabe sambar na atualidade.

É claro que este “sambar” foi dito pejorativamente por causa da encrenca financeira e política que o PT nos colocou na pior crise dos últimos 50 anos. Volto a dizer que tem gente pedindo osso para o açougueiro, afirmando que é para seu cão, quando na verdade é para fazer uma sopa pra matar a fome da filharada. Isso é uma ignomínia!

Com a prisão dos executivos da Odebrecht e a nota da empresa, o encontro da lista das propinas onde implica mais de 200 políticos, falta saber quem recebeu doação legítima ou recebeu propina, depois disso, pergunta-se: ”Qual vai ser o futuro do país, onde achar homens sérios para governá-lo?”

Difícil para qualquer jornalista ou cientista político responder. E, o pior, é que o senhor Lula da Silva se arvorou em salvador da pátria, só faltou dizer: “Eu Lula da Silva sou o Salvador da Pátria” com todas as letras e, ainda fica jogando o povo contra os ministros da Judiciário, o juiz Sergio Moro e o Congresso Nacional um contra os outros. Ele apoia a senhora Dilma quando ela afirma que o impeachment é um golpe.  Eles sabem que estão perdidos e querem jogar uns contra os outros, mas a realidade é que o processo de impeachment segue o rigor da Constituição brasileira de 88. E quem afirmou isso é um sábio, o culto seringalista Sissi lá do interior rondoniense. Meu guru…

Já o filósofo Zé Praxedes, também lá das Varas Catilinárias da verde e luxuriante Amazônia, tendo seu amigo Nézin Manguaça como escudeiro imitando o Sancho Pança, sabe que o senhor Lula da Silva está mais morto que piranha em boca de jacaré. E afirma que ele não vai escapar do juízo final da Justiça brasileira que resolveu acordar e sair do berço esplendido através da Operação Lava Jato, capitaneada por Moro, do Paraná.

Enquanto isso o Ali Babá (Ops) e seu séquito, senhor Eduardo Cunha, continua acelerando as sessões da Câmara Federal para apressar a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff pois, ele sabe que também será processado pelo Conselho de Ética e, poderá ser cassado pelos seus próprios pares, ou pelo STF. Durma-se com um barulho destes.

Além dos presidiários, Lula e Dilma também têm o apoio dos que recebem Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida (de duração ignorada), sindicalistas da CUT, UNE, MST e do douto e honrado senhor Rui Falcão, presidente do Partido dos Trabalhadores. Acredita-se que estes farão uma guerra para tirá-los da cana ou para não deixá-los entrar nela. Vai ser um salvem-se quem puder! Vou! Fui! Inté!

Vismar Kfouri – Jornalista, escritor e ambientalista.< kfouriamazonia39@gmail.com> Blog: https:\\kfouriamazonia.wordpress.com – Contatos P\Palestras: 17-99186-7015.

O sonho do ribeirinho

Na margem do igarapé, no meio da floresta amazônica,

Dorme tranquilo em sua rede velha e puída,

Um jovem ribeirinho que sonha com sua amada distante…

Um sorriso vem espontaneamente aos teus lábios…

Quanta humildade e quanto amor num sorriso fortuito e

Sem querer…

Amar faz bem à alma e ao corpo diz o poeta…

Na água cristalina que corre célere ao seu lado, uma jatuarana salta fora para pegar uma guloseima que passava voando…

A jatuarana saciou sua fome, o ribeirinho ainda não…

De saudades do amor distante, ele continua sonhando e sorrindo, mostrando dentes alvos como marfim…

Acima dele num galho de uma seringueira já cansada de doar riqueza aos ribeirinhos…

Um uirapuru canta e emudece a floresta inteira com seu mavioso canto…  É a mais bela demonstração que o Criador deu a natureza…

Beijos, corpos se enrolando em espasmos desmedidos, gemidos sem fim…

Cheiro de suores se misturando como línguas que se entrelaçam como cipós…

Bocas que se abocanham, lábios que se sugam, salivas que se tornam doce como mel…

Corações ribombeiam em explosões compassadas, mas agitadas como ondas do grande mar…

Corações arfantes, arfantes demais…

Mentes que não pensam, mas sentem prazer e cheiro do amor desejado…

Convulsões que quase mata, mas quem não quer morrer de amor?

O tempo passa… O amor permanece… O igarapé corre…

Uma casinha de paxiuba coberta de palha, uma velha rede de casal já puída pelo tempo…

Tempo que passou, tempo que não morre nas mentes de quem muito amou…

Que importa o tempo se amamos com fervor e fizemos os corações irem aos píncaros do prazer?

Que importa se envelhecemos, mas lembramos e recordamos com saudades dos amores desfrutados?

Que importa a morte se antes amamos intensamente e nos entregamos como se nada existisse além de nós, do nosso amor?

Quem muito amou não tem medo do infinito…

Na bela e luxuriante floresta Amazônica os amores começam cedo e terminam tarde…

Amamos tanto, que muitas casas se acabam e logo construímos outras, assim é o amor amazônida…

Jamais fenece quem nele se fortalece…

Os rios são nossas estradas, não importa quanto vamos remar, se vamos namorar…

O ribeirinho acorda com o barulho de araras se amando galhos acima fazendo um estardalhaço imenso…

É o amor em todas as plenitudes…

Seu peito continua arfante, arfante até demais…

Sai da rede entra na velha canoa e rema alucinado igarapé abaixo ao encontro da amada…

O chamado do amor é forte, tão forte quanto seu coração que quase não suporta explosões de ansiedade…

Quem não sente ansiedade, não sofre de amor….

É por isso que o ribeirinho da Amazônia é rápido no remo…

Chega antes da canoa…

O amor não espera…

A amada sim…

Brasil é uma nave perdida no infinito do Cosmos

Não está fácil para ninguém que escreve na mídia, quer nacional ou internacional, que estejam narrando sobre o andamento político e econômico sobre o Brasil.

Quem afirma isso é a nossa Santa Tambura lá dos confins das belas e pirateadas fronteiras amazônicas. Disse ela, que tanto os políticos do Executivo  (Governo Federal) quanto os do Legislativo (Senado e Câmara Federal), devido as mudanças crônicas que ocorrem de hora a hora, minuto a minuto e, com troca de ofensas entre estes dois  poderes contra o Poder Judiciário não da para prever como será o ato.

Devido a volta do processo de Lula para as mãos do juiz Sergio Moro, fica difícil escrever qualquer artigo que vá ser lido amanhã, como se fosse algo novo. O que se lê na manhã, já nasceu velho por causa da dinâmica que os acontecimentos ocorrem no país, que mais parece uma nave perdida no infinito do Cosmos.

Lembrou o sábio seringalista Sissi, lá do interior rondoniense, que as notícias mudam conforme os acontecimentos que se tornaram dinâmicos nas três áreas do Poder Constitucional do Brasil. Lembrou ele, que os petistas já pensam em deixar o Lula somente como um conselheiro executivo, sem cargo oficial para assessorar a presidente Dilma Rousseff.

Por outro lado, a cúpula do Judiciário também faz mudanças e o ministro Luiz Edson  Fachin se disse impedido de julgar o caso Lula, e a ministra Rosa Weber foi sorteada para julgar o recurso dos petistas em favor da nomeação de Lula para a Casa Civil, fato que lhe daria foro privilegiado e iria ser julgado no STF e não mais por Sergio Moro, a quem eles chamam de o juiz carrasco.

Na verdade, disse o filósofo Zé Praxedes, também lá das florestas amazônicas, que o Sissi está certo em afirmar que o Brasil parece uma nave desgovernada no infinito do Cosmos. Só para termos uma ideia de quanto o governo petista desviou nestes últimos treze anos da Petrobras, ou seja, dos cofres nacionais, para fazer maracutaias e financiar os seus asseclas e seus aliados,  chegou a bagatela simplesmente de 34,8 bilhões de reais.  (?).

Só para ilustrar, na manhã de ontem, em Lisboa, Portugal, a Polícia Federal brasileira prendeu o fugitivo da Operação Lava Jato Raul Schimdt Jr em seu apartamento avaliado em 12 milhões de reais, surrupiados da Petrobras também. Além disso, falta ainda juntar os milhões que ele tem em obras de arte, método  usado para esquentar o que foi tirado da nação saqueada pelos petistas e seus aliados.

Enquanto os petistas protestam contra o grampo do juiz Sergio Moro, o país está paralisado, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, entregou sua defesa no Conselho de Ética onde será julgado por improbidade administrativa e pode ser cassado. O mesmo poderá ocorrer com o presidente do Senado, Renan Calheiros, que sofre também processo por usar dinheiro de empresa privada para pagar pensão alimentícia de uma filha que teve fora do casamento.

Só tem “gente boa” no Legislativo e no Executivo, disse o filósofo Zé Praxedes, lá da bela Calha Norte, que até hoje sua gente humilde e trabalhadora não consegue aprovar o DESMATE ZERO JÁ e, nossa floresta vai se definhando a olhos vistos nas mãos de madeireiros e projetos de manejo sem fiscalização alguma. E o Brasil quer o impeachment da presidente Dilma e, parece que ele vai acontecer, pelo andar da carruagem. Vou! Fui! Inté!

Vismar Kfouri– Jornalista, escritor e ambientalista. kfouriamazonia39@gmail.com Blog: https:\\kfouriamazonia.wordpress.com– Contatos P\Palestras: 17-99186-7015.

Manifestação pró-governo não convence a nação

Confesso que acreditava que as manifestações pró-governo de Dilma e apoio a Lula seriam realmente bem superiores ao que foi visto na mídia nacional na tarde\noite desta sexta-feira.

Segundo a querida Santa Tambura lá das veredas amazônicas, tudo que aconteceu está mais propício que o esperado e explicou por que.

De acordo com a santinha protetora do Meio Ambiente Amazônico, plagiando uma frase de efeito de quem não me recordo quem a escreveu, mas que diz que “palavra lançada ao vento, não retorna mais.” Pois isto é vero!

Foi por isso que o ex-presidente Lula se perdeu quando vociferou contra o Poder Judiciário e os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e Eduardo Cunha, da Câmara Federal, atingindo-os com palavras de baixo calão.

O sábio seringalista Sissi e o filósofo Zé Praxedes, ambos lá dos cafundós da pirateada Amazônia, foram enfáticos ao explicarem, que não cabe a homem público ou até mesmo a qualquer pessoa detentora de cargo em empresas, sejam elas pública ou oficial, falar o que lhe vem à boca, sem antes medir as consequências que ela  terá perante a opinião pública. Foi isso que jogou Lula da Silva mais na lama ainda. Não importa o grau de sua cultura, didática ou auto didática.

Não se deve, disse o Nézin Manguaça, que só havia ingerido um tiquinho de pinga de cauim, falar ou agir precipitadamente como disse o senhor ex-presidente Lula. Acrescentou o Sissi, que quem age assim, acaba dando bom dia a cavalo. Arre égua! Não é que eles estão certos?

E juntamente com o Zé Praxedes discutiram o que vai acontecer com Lula da Silva depois que na noitinha desta última sexta-feira, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, culminou por acatar um pedido de liminar que impede o ex-presidente de assumir a chefia da Casa Civil no governo de Dilma Rousseff.

Ponderou o ministro que o ex-presidente somente desejava com este ato atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato que tem ele, sua família e vários políticos e amigos envolvidos nos desvio de dinheiro da Petrobras para promover a campanha petista que o levou por duas vezes à Presidência da República e também a sua sucessora Dilma Rousseff também reeleita com dinheiro de propina de empreiteiros e executivos da que já foi a maior empresa do Brasil. Não é à toa que a Câmara Federal abriu processo de impeachment contra ela…

Com a decisão do ministro Gilmar Mendes o processo contra Lula volta a cair nas mãos do juiz Sergio Moro da “República de Curitiba”, como apregoou Lula numa gravação feita com o consentimento da Justiça e que fez o PT forçar a presidente Dilma a convidá-lo a aceitar o cargo de ministro chefe da Casa Civil, pois assim, ele ficaria com foro privilegiado e somente poderia ser julgado em instância superior e não mais na Operação Lava Jato. O tiro saiu pela culatra. Agora, só resta uma única saída para o governo tentar reverter a decisão do ministro Mendes, no colegiado do STF.

Em regime democrático valeu a tentativa dos petistas e suas associações de classes fazerem o ato de apoio a Dilma e Lula, pois mostrou a fragilidade dos mesmos diante do clamor público feito espontaneamente dias antes pela oposição. Tudo na Santa Paz, como manda o figurino democrático. Nihil est clarior! Vou! Fui! Inté!

Vismar Kfouri – Jornalista, escritor e ambientalista. kfouriamazonia39@gmail.com – Blog: https:\\kfouriamazonia.wordpress.com – Contatos P\Palestras: 17-99186-7015.

Decisão da Justiça deixa Dilma e Lula na berlinda

O Brasil vive o pior momento político e econômico desde o suicídio de Getúlio Vargas em 24 de Agosto de 1954, lembrou lá da bela e saqueada Amazônia, a nossa Santa Tambura. Ela referiu a posse do ex-presidente Lula da Silva no cargo de ministro Chefe da Casa Civil pela sua criação política, a presidente Dilma Rousseff que está preste para sofrer o processo de impeachment pelo Congresso Nacional. Lula tomou posse (foto acima), mas o ato foi suspenso pela Justiça Federal de Brasília, decisão que deixou criador e a criatura na berlinda.

PT oficializa falta de caráter no seu governo

É incrível, inverossímel, ignônimo e inacreditável o que se passa no antro do governo petista que tenta governar este baita país que já foi a sétima economia mundial e um dos mais acreditados perante os aplicadores estrangeiros em sua Bolsa de Valores. Falta de caráter e honradez em todos os âmbitos de sua governabilidade. Disse indignada a Santa Tambura, lá dos cafundós da bela e pirateada Amazônia, que se fôssemos um país onde tivesse homens com “H” bem grande, já teríamos defenestrado este partido de corruptos, mentirosos e falsos brasileiros do poder, na porrada, no grito ou na bala. Menos minha santinha, menos… A onça vai beber água em breve, espera e verás…

As passeatas contra o governo Dilma, PT e Lula parece que mexeu com os miolos dos políticos que compõem o governo, inclusive com seus aliados que, com a delação do senador Delcídio do Amaral, a vítima da vez foi o ministro petista Aloisio Mercadante, pego numa gravação feita pelo assessor deste senador que já foi preso e agora com a delação premiada gira sua metralhadora e atira em todas as direções, sem dó nem piedade.

Diz o sábio seringalista Sissi, lá do interior rondoniense, que além da mentira ter perna curta, os ladrões nunca estão saciados e, mesmo com seus cofres cheios, até choram quando são descobertos porque não podem levar para dentro das cadeias o produto de seus roubos.

Acrescentou Sissi que aí eles choram de verdade… Mas quando um é preso, não se contenta em ficar na cadeia só, faz questão de levar outros da quadrilha com ele e, isto é que o senador delator está fazendo. O até agora inacessível ministro e queridinho da presidente Dilma, Aloísio Mercadante, foi pego de surpresa e tentou nas telinhas das TVs nacionais desmentir o indesmentível. A máscara caiu e, caiu feio.

Zé Praxedes, o filósofo lá da floresta da Calha Norte, também deu seu pitaco e foi apoiado pelo Nézin Manguaça, apenas com um sinal afirmativo feito com a cabeça. Arre égua! O Nézin ficou tão pasmo com o Mercadante de quem era fã, que ficou mudo. Bem feito pra ele…

Agora o senhor Lula da Silva, familiares e seguidores que sempre mamaram nas suas falcatruas que ele jura não existir, já virou ministro para escapar do juiz federal Sergio Moro, só que ele não imagina que o STF irá julgá-lo com rapidez para dar exemplo aos brasileiros, que hoje passaram a acreditar mais na Justiça e só tem na verdade o Judiciário para consertar o leme quebrado deste baita navio desgovernado chamado Brasil.

O barbudo e seus seguidores, inclusive a presidente Dilma, estão desesperados porque sabem que não há mais nada para segurar este governo petista que acabou com nosso país. E, podem apostar que os aliados do PT, depois da adesão de Lula ao governo Dilma, irão fazer como os ratos fazem quando o navio está indo a pique, pulam fora dele…

A Polícia Federal, que não acredita nas mentiras do senhor Lula e nem da dona Dilma, gravou conversa entre ambos, onde ela diz  que iria entregar termo de posse de ministro para evitar a sua prisão. O fato veio à tona e, em função da nomeação de Lula, um grupo de manifestantes cercou o Palácio do Planalto hoje à tarde. Apesar de não admitirem, o governo Dilma acabou e a casa dos petralhas caiu.

Diz um ditado popular entre os ribeirinhos da Amazônia, que rio que tem piranha caju e da preta, jacaré nada de costas e macaco bebe água com canudinho para não serem mordidos. Assim estão fazendo alguns políticos  e muitos ainda irão afundar com canoa e tudo pensando que vão escapar das piranhas… Ledo engano… Tá tudo traçado… Podem até escapar das piranhas, mas os braços da Justiça são longos! A Dilma deu o pior passo de sua administração, foi direto ao cadafalso! Vou! Fui! Inté!

Vismar Kfouri – jornalista, escritor e ambientalista. Kfouriamazonia30@gmail.com – Blog: HTTPS:\\kfouriamazonia.wordpress.com – Contato P\Palestras: 17-99186-7015.

Governistas são retrógrados, corruptos e teimosos

Um dia após a movimentação antigovernista que parou o Brasil no domingo\13\16, analistas neutros, do Brasil e do exterior, que fizeram análises sobre o acontecimento pacífico do movimento que deu exemplo de como fazer democracia com responsabilidade, ficaram perplexos com a atitude do povo brasileiro. Inté eu ué!

Os petistas que governam o país e o jogou num lodaçal sem tamanho ainda tem a cara de pau de vir a público dizer que tudo o que aconteceu é por culpa da oposição e de maus brasileiros.  A Santa Tambura ficou roxa de raiva… E, não é para menos! Arre égua!

O filósofo Zé Praxedes e o seringalista Sissi, lá do interior rondoniense, ficaram perplexos com as reações dos partidários que apoiam o governo desastrado de dona Dilma Rousseff, também com os sindicalistas e povos humildes (estes sempre foram enganados) e que ainda tiveram a coragem de apoiar e abraçar o barbudo Lula da Silva depois do movimento que mostrou ao mundo o desastre praticado por ele contra  o Brasil.

Lula, para escapar do processo da Promotoria Pública paulista, estuda aceitar o convite da de Dilma e assumir o cargo em um ministério, fato que lhe daria o direito de ter julgamento privilegiado no STF. Agora o impasse terá que ser resolvido com mais brevidade, já que a juíza do caso em São Paulo enviou o processo ao Juiz Sergio Moro por admitir-se incompatível com a ação, já que Lula vem sendo processado na Operação Lava Jato, pelo mesmo assunto.

Todavia o pernambucano que fugiu da pobreza de Garanhuns e foi para São Paulo onde se transformou em sindicalista e foi presidente do país por duas vezes, chegou ao cúmulo de afirmar que nunca iria morar no tríplex de Guarujá, pois alega que o apartamento é pequeno e mais parece um imóvel para os pobres do Minha Casa Minha Vida, dando a entender que não seria compatível para ser usado por um ex-presidente da República. Quem te viu, quem te vê…

Já disse várias vezes que a presidente Dilma e seu séquito governamental não governam nada há muito tempo. E, agora depois da demonstração voluntária do povo nas ruas pedindo a sua saída do governo, tenta se agarrar como puder para continuar no Poder.

Todavia, lembrou o Sissi, que até seu ex-aliado e membro do PMDB Eduardo Cunha, que também já está com seus dias de político contados pela Justiça, vai colocar nas próximas horas o projeto que pede o impeachment dela no plenário da Câmara Federal, que ele ainda preside. Vocês já ouviram a história dos dois leões em que um comeu o outro? Pois é, na política isto também acontece. É a lenda virando realidade…

Agora, continuar a mentir, mesmo contra as evidências mostradas à luz da realidade e afirmar que em 2018 vai voltar a ser presidente do Brasil e que ainda vai ouvir muitos pedidos de desculpas pelo que vem sendo acusado na Operação Lava Jato, o senhor Lula da Silva mostra muita ignorância. O povo está careca de saber que ele, Dilma e seus asseclas depenaram a Petrobras para injetar dinheiro no Partido dos Trabalhadores e nos seus aliados.

Será que ele conhece a história da bela e charmosa vaquinha que estava cheia de pequenos bernes e que morreu quando os bichinhos cresceram e consumiram a vaquinha que jorrava leite em abundância pelas tetinhas?

Pela cultura que Lula esbanja em suas milionárias palestras, ainda assim, parece que não conhece a lenda da vaquinha, apesar de fazer parte dela durante todos estes anos. E o Zé Povinho, oh! Ainda continua acreditando em Bolsa Família, Minha Casa (que cai) Minha Vida e no Papai Noel e na Branca de Neve… Vou! Fui! Inté!

Vismar Kfouri – Jornalista, escritor e ambientalista. kfouriamazonia39@gmail.com Blog:

https:\\kfouriamazonia.wordpress.com – Contatos P\Palestras: 17-99186-7015