Combate do século no Brasil: urubu x carniça

Acredito que por mais pragmático que seja o economista ou o cientista político que faz os comentários na mídia nacional ou internacional, ainda falta muito para alguém definir com segurança como ficará e o que se passa na política e na economia desta baita nação chamada de Brasil, que Cabral encontrou por acaso um dia, para azar de todos nós.

Como diz o seringalista Sissi, lá do interior rondoniense, os governos petistas, desde o primeiro mandato do senhor Lula da Silva, somente fizeram lambanças e montaram uma quadrilha em Brasília que mais parece a caverna do lendário Ali Babá e seus 40 ladrões. Só que não é conto das Mil e Uma Noites não, lembrou também lá dos peraus da Amazônia a querida Santa Tambura. É vero mesmo! Arre égua!

A penúria em que os governos de Lula e de Dilma Rousseff deixaram a 7ª Economia Mundial é a mais lastimável possível. São 204 milhões de cidadãos pagando impostos para a quadrilha petista desviar e formar a maior organização de corruptos e corruptores já descoberta nesta nação continental, a mais rica em recursos primários, secundários e terciários do mundo. Uma pena!

De acordo com o filósofo lá das entranhas da selva Amazônica, o Zé Praxedes, agora é que acabam com o que resta da maior floresta tropical do planeta, que fica na Calha Norte brasileira. Se antes já não tinha ninguém capaz de evitar sua depredação, agora com o país sem governo, sabe lá por quanto tempo seus povos tradicionais conseguirão defendê-la, se antes já era difícil, como é que as coisas ficarão agora com o país desgovernado?

Mas voltando a política atual, com todos os representantes do Legislativo e do Executivo no bico do urubu, (leia-se Poder Judiciário) sendo processados e, na eminência de serem cassados ou sofrerem impeachment, a oposição cai em cima dos frangalhos que sobram destes dois poderes, como urubus na carniça.

E, o pior, é que o butim, ou melhor, a carniça é o nosso país e todos nós que há tempos pagamos impostos em tudo aquilo que podemos comprar hoje, e, quiçá, até o ar que vamos respirar num breve futuro. Que os governos anteriores depenaram não apenas a Petrobras, mas uma grande e rica economia mundial, é verdade, mas deveríamos deixar o Poder Judiciário julgar os culpados e puni-los com toda a severidade da Lei.

“Dura Lex, Sed Lex”, sempre digo este jargão latino para que um dia a Justiça finalmente acordasse do seu sono letárgico e cumprisse sua missão com zelo e proficiência!

No entanto, a oposição, ávida por poder e quem sabe, com saudades novamente de mamar nas tetas da vaquinha chamada Brasil, procuram apressar as coisas com medidas judiciais, uma atrás da outra, em todas as instâncias possíveis e imaginárias do Judiciário. Também são aves de rapinas querendo uma parte desta carniça que o país mais rico da América Latina se tornou. Isso é uma ignomínia!

As novas diretrizes do Poder Judiciário são, não apenas tardias, mas no entanto, de bom alvitre. A prisão de condenados que viviam em liberdade por causa do excesso de recursos, findou-se por conta de medidas do STF que acabou com esta medida. Agora estamos vendo muitos condenados (os ricos endinheirados) indo parar atrás das grades onde irão aguardar presos, o último julgamento que será na terceira instância. Criminosos e condenados pobres, não tinham esta regalia, ainda abarrotam as péssimas penitenciárias brasileiras que, como se dizia no passado, estão mais cheias que penicos de pensão. Vupt! Vou! Fui! Inté!

Vismar Kfouri – Jornalista, escritor e ambientalista. kfouriamazonia39@gmail.com Blog: https:\\kfouriamasonia.wordpress.com – Contatos P\Palestras: 17-99186-7015.    á

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s