Aqui & Acolá

Estou iniciando a montagem de um novo livro que tem o título de Aqui & Acolá depois de mandar “A Lenda da Arara Vermelha” para o prelo lá em Brasília. Aqui & Acolá é um livro montado com os artigos impressos no jornal DHoje Interior e que de uns tempos para cá meu velho amigo e guru rondoniense, o grande personagem da história da imprensa daquele estado, Euro Tourinho (foto acima), vem ocasionalmente editando no centenário jornal O Alto Madeira de Porto Velho, a dinâmica capital de Rondônia.

Durante o período em que trabalhei e estudei em Caracas, na época do governo Carlos Peres, fui correspondente internacional deste brilhante e aguerrido jornal rondoniense. Nem a minha Santa Tambura me prestigiou tanto quanto Euro Tourinho, daí meu apego e agradecimento sincero e eterno pelo amigo de sempre.

Sei que Euro já perto de completar 100 anos de idade, assim como seu jornal vai fazer o mesmo no dia 15 de abril de 2017, ainda continua aquele jornalista idealista, íntegro, ético e honrado que sempre foi, lutando pelo bem-estar do povo rondoniense sem nada pedir em troca. Um verdadeiro marco da mídia rondoniense, um ícone, uma lenda viva da imprensa que ainda respira tinta nas edições de todas as manhãs quando manuseia O Alto Madeira para saber se a manchete saiu ou não correta.

Por isso que a turma de cá que já foi de lá, filósofo Zé Praxedes, seringalista Sissi, pajé Miratinga, dos Uru Eu Uau Uau, morubixaba Mapinguari, Nézim Manguaça, coronel Totó e a Santa Tambura, não esquecem do Euro e de suas linhas na página dois do seu centenário jornal. E, é por isso que o segundo livro que estou tentando imprimir se chama Aqui & Acolá, pois fala da política do Sudeste e da minha amada terra rondoniense onde vivi por mais de quatro décadas e junto com uma miríade de bons profissionais, jornalistas de boa cepa e coragem, queiram ou não, ajudamos a criar um dos estados mais pujantes e forte do país.

Grandes jornalistas forjaram Rondônia, Euro sempre foi nosso líder e orientador, que o diga os que estão no segundo andar, ou os que estão “pendurando as chuteiras” como nós.  Tenho certeza absoluta que tanto o sábio seringalista Sissi quanto o Euro vão concordar com o filósofo Zé Praxedes lá dos cafundós da bela, luxuriante e pirateada floresta amazônica brasileira.

Como o conheço há décadas, sei o que ele está pensando no momento desta transição política que vivemos na atualidade. Que deveria haver novas eleições, que o PT é um partido mafioso juntamente com seus aliados que mataram prefeitos do interior paulista para manusear a arrecadação bilionária de duas cidades importantes, saquearam e liquidaram a Petrobras, estão matando de fome cerca de 11 milhões de operários que perderam seus empregos, porque tiveram suas fábricas e indústrias fechadas pelo desgoverno da ex-guerrilheira, que sofreu impeachment e que deveria ter levado consigo o senhor Michel Temer na sua esteira de ignorância política e administrativa.

A todos que leem o jornal Dhoje Interior de São José do Rio Preto-SP, e O Alto Madeira de Porto Velho-RO, podem ter confiança no que escrevemos Aqui  & Acolá. Vou! Fui! Inté!

Vismar Kfouri – Jornalista, escritor e ambientalista < kfouriamazonia39@gmail.com>Blog: https:\\kfouriamazonia.wordpress.com – Contatos P\Palestras: 17-99186-7015.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s